biomonitor de toxicidade da água – algae toximeter ii

O bbe AlgaeToximeter II monitora continuamente a água para substâncias tóxicas e determina as classes de algas presentes. Algas padronizadas são misturadas com a amostra de água e sua atividade fotossintética é determinada fluorometricamente. Danos às algas – por exemplo por herbicidas – causa a redução na fotossíntese e dispara um alarme acima de um limite definido pelo usuário.

 

PEDIR ORÇAMENTO

O bbe AlgaeToximeter II monitora continuamente a água para substâncias tóxicas e determina as classes de algas presentes. Algas padronizadas são misturadas com a amostra de água e sua atividade fotossintética é determinada fluorometricamente. Danos às algas – por exemplo por herbicidas – causa a redução na fotossíntese e dispara um alarme acima de um limite definido pelo usuário.

O cultivo das algas ocorre em um fermentador, que é regulado “turbidoestatisticamente” por uma segunda medida de fluorescência. Essa regulação garante que a alga e sua atividade são mantidas.

O procedimento de medição requer que as amostras de água seja quase continuamente bombeada para o bbe Algae Toximeter, onde a concentração e a atividade das algas que ocorrem naturalmente são determinadas. Uma quantidade precisamente definida de algas do fermentador é então adicionada à câmara de medição por meio de um loop. A atividade da alga adicionada permanece constante enquanto nenhuma substância tóxica está presente. Se qualquer substância tóxica está presente, sua interação com o centro de fotossíntese leva a uma inibição da atividade das algas. A dimensão da inibição pode ser estimada pela comparação da atividade de algas com e sem a amostra de água.

Após cada medida, a câmara de medição é automaticamente limpa por um pistão. Isto previne o crescimento de algas e biofilmes dentro da câmara de medição.

Aplicações

  • Fornecimento de água potável
  • Monitoramento de reservatórios e captação
  • Monitoramento e avaliação de canais
  • Avaliação química e de águas residuais
  • Monitoramento de represas
  • Pesquisa e ensino

Características:

  • Maior sensibilidade na detecção de herbicidas e seus subprodutos;
  • Avaliação de atividade fotossintética de uma alga padrão;
  • Sensível a uma ampla variedade de compostos tóxicos;
  • Controle independente do cultivo de algas;
  • Sistema anti-incrustação devido à limpeza automática da câmara;
  • Auto-inicialização após queda de energia;
  • Correção automática da turbidez;
  • Configurações de software de acordo com a necessidade do usuário.

Especificações Técnicas:

  • Medições:
    • Inibição da fotossíntese;
    • Clorofila total (ug chl-a/L);
    • Concentração de alga verde (μg chl-a/L);
    • Concentração de cianobactérias (μg chl-a/L);
    • Concentração de diatomáceas (μg chl-a/L);
    • Concentração de criptófitas (μg chl-a/L);
    • Substâncias amarelas;
    • Atividade fotossintética (Genty);
    • Transmissão (em 5 comprimentos de onda);
  • Inibição: 0 – 100% (comparação da atividade de fotossíntese entre amostra e controle);
  • Clorofila: 0 – 200 μg chl-a/L;
  • Resolução: 0,05 μg chl-a/L;
  • Transmissão: 0 – 100%, até 100 FTU máx. (fotometria);
  • Limpeza da câmara: Pistão para limpeza automática;
  • Volume de amostra: min. 100 mL;
  • Intervalo de manutenção: > 7 dias;
  • Entrada de amostra: Entrada livre/bomba de tubo;
  • PC (sistema operacional): Windows;
  • Saídas:
    • Modem;
    • LAN;
    • 2 saídas analógicas de 4 – 20 mA;
    • 2 saídas de relês;
    • RS232;
  • Classe de proteção: IP54;
  • Temperatura: 0 a 30 °C (amostra), 10 a 28 °C (ambiente);
  • Alimentação e consumo de energia: 110/240 V, 50/60 Hz, 600 W;
  • Dimensões: 1100 x 680 x 600 mm (A x L x P);
  • Peso: 160 kg.
Fabricante

Solução

Atividade de Fotossíntese, Biomonitores, Cianobactérias, Clorofila e Classe de Algas

Modalidade

Laboratório

Segmento

Normas

NA