analisador automatizado do perfil de capacidade de retenção de solvente – src-chopin

O equipamento SRC-CHOPIN é um analisador automatizado do perfil de capacidade de retenção de solvente (SRC).

SKU: 6122 Categorias: , ,
PEDIR ORÇAMENTO

O equipamento SRC-CHOPIN é um analisador automatizado do perfil de capacidade de retenção de solvente (SRC).

O método SRC é um ensaio de solvatação para farinhas, que se baseia no comportamento de inchamento das redes de polímeros de farinha individuais em solventes de diagnóstico únicos selecionados – água deionizada, ácido lático em água (para glutenina), carbonato de sódio em água (para amido danificado) e sacarose em água (para pentosanos) que são usados ​​para medir e prever a contribuição funcional de cada componente individual do polímero da farinha [Kweon, Slade e Levine (2011)].

O amplo interesse no método SRC surge do fato de que os três principais componentes funcionais da farinha afetam o comportamento da massa durante o processamento e cozimento.

Gluteninas, amido danificado e pentosanos são os três principais polímeros formadores de rede na farinha de trigo.

Eles são polímeros funcionais, porque influenciam muito o comportamento da massa durante o processamento (por exemplo, maquinabilidade) e cozimento, bem como a qualidade do produto final. As gluteninas viscoelásticas influenciam a elasticidade e extensibilidade da massa, o amido danificado influencia a pegajosidade da massa e os pentosanos altamente retentores de água aumentam marcadamente a viscosidade da massa.

As ferramentas reológicas existentes medem os efeitos sinergéticos combinados dos três polímeros de farinha. O significado único e a importância do método SRC se devem ao fato de que complementa as ferramentas reológicas existentes, como a alveografia, permitindo ao usuário analisar separadamente, deconvoluir e compreender as contribuições funcionais individuais de cada polímero de farinha.

Por exemplo, a absorção geral de água de uma farinha (ou capacidade de retenção de água) é determinada e controlada por seus três polímeros formadores de rede. Na fabricação de biscoitos, por exemplo, a absorção de água da farinha deve ser tão baixa quanto possível e, em particular, com contribuições minimizadas de pentosanos e amido danificado.

Esse fato ilustra que uma determinada necessidade de água para uma farinha pode ter diferentes causas, o que pode ajudar a explicar as diferenças consequentes no comportamento da massa durante a mistura, usinagem e cozimento.

Características:

  • Precisão
  • Simplicidade
  • Economia de tempo
  • Adaptabilidade
  • Tudo incluído: O SRC-CHOPIN é um sistema completo
  • Facilidade de uso e precisão
  • Fácil de limpar e manter
  • Sistema compacto e robusto

Especificações Técnicas:

  • Balança externa dedicada: para pesar o tubo vazio, tubo + farinha e tubo + gel; todos os dados são transferidos automaticamente para o sistema operacional, sem escrita à mão e sem erros.
  • Tubos inteligentes: os tubos de centrífuga são codificados e reconhecidos automaticamente pelo software SRC-CHOPIN.
  • Crie seu próprio protocolo de teste: teste cada uma das duas amostras de farinha com quatro solventes, ou uma amostra de farinha com dois conjuntos de quatro solventes, ou uma amostra de farinha com um único solvente, oito vezes.
  • Transfira seus dados para um PC.
Fabricante

Solução

SRC – Capacidade de Retenção de Solvente em Massa Alimentícia

Modalidade

Laboratório

Segmento

Normas

AACC 56-15.01, ICC Standard n°186